sexta-feira, 20 de novembro de 2009

FILME: O MENINO DA PORTEIRA - 2009



INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Título Original: O menino da Porteira
Gênero: Aventura
Classificação etária: 12 anos
Tempo de duração:94 minutos
Ano de lançamento: 2009
Estréia no Brasil: 06/03/2009
Site Oficial: http://www.omeninodaporteiraofilme/.
Direção: Jeremisas Moreira Filho .
Elenco:
Rosi Campos ... Filoca;
Edu Chagas ... Chico Fu;
Daniel ... Diogo;
José de Abreu ... Major Batista;
Eucir de Souza ... Otacílio;
Antônio Edson ... Zé Coqueiro;
Vanessa Giácomo ... Juliana;
Valter Santos ... João Só.





O RETORNO DE UM CLÁSSICO


Mais de 30 anos depois do lançamento de “O Menino da Porteira”, verdadeiro clássico popular brasileiro que levou 4,5 milhões de pessoas aos cinemas, a dupla Jeremias Moreira (direção) e Moracy do Val (produção executiva) volta a se reunir. Jeremias e Moracy acabam de refilmar o grande sucesso de 1976, agora com o cantor Daniel no papel do boiadeiro Diogo (vivido por Sérgio Reis no filme original), e José de Abreu como o vilão Major Batista, interpretado anteriormente por Jofre Soares. Juliana, principal papel feminino do filme, é agora vivida por Vanessa Giácomo. Maria José Viana foi a intérprete da versão anterior. Com a ação ambientada nos nostálgicos anos 50, este novo “O Menino da Porteira” teve suas filmagens realizadas no município de Brotas, interior paulista, e na cidade cenográfica especialmente construída no Pólo Cinematográfico de Paulínia (SP). A produção é da Jerê Filmes, com distribuição da Sony Pictures.


SINOPSE


Interior do sudeste do Brasil, anos 50. Diogo é um peão de boiadeiro calado, introspectivo, mas de enorme coração. Quando solta a voz na cantoria, todos se encantam. Ao tocar uma grande boiada para a Fazenda Ouro Fino, de propriedade do truculento Major Batista, Diogo passa pelo Sítio Remanso, de Otacílio Mendes, onde conhece e trava amizade com Rodrigo, o menino da porteira.Porém, Otacílio é inimigo político do Major, e Diogo logo percebe a forte tensão que existe pela região. Chegando ao vilarejo, Diogo é procurado por um grupo de pequenos sitiantes que lhe revelam a maneira predatória e violenta como o Major domina o lugar, forçando os criadores a vender gado e terras pelo preço que impõe. Contra os que se recusam, ele costuma usar a violência de seus capangas.Diogo aceita levar o rebanho dos pequenos criadores para ser vendido em melhores condições, em outra região. O Major reage de maneira brutal.A situação entre Diogo e o Major fica cada vez mais insustentável. A cidade está dividida, o clima é de guerra e as conseqüências serão tragicamente inevitáveis. E como se tudo isso não bastasse, Diogo ainda se encanta com Juliana, a bela enteada do Major. O amor que surge entre eles provoca ainda mais a ira do tirano local.




VALTER SANTOS é JOÃO SÓ, um homem dividido, capataz do Major, mas com a dor da culpa que corrói os malfeitores. Já feriu e matou muitos em nome da lei do Major, mas em seu coração havia um espaço para a compaixão e o arrependimento contra as injustiças que ajuda a cometer. “O Menino da Porteira é um filme que tinha tudo pra ser um drama, por causa da história da canção, mas a direção trouxe personagens e outros elementos que trazem emoção, comicidade, aventura, e o contexto social de uma época”, afirma Valter. Valter Santos estudou no Conservatório Nacional de Teatro, no Rio de Janeiro. Atuou em vários espetáculos teatrais, como “Hair” e “A Semana” pelo qual foi premiado pela APCA. É forte presença também em telenovelas e dublagens.

Fonte:
http://www.sonypictures.com.br/Sony/images/_Pressbook/1231863490287O%20Menino%20da%20Porteira_Press%20Book.doc

http://www.interfilmes.com/filme_v1_19898_O.Menino.da.Porteira.html#Elenco

Leia mais sobre o filme em:





2 comentários:

  1. Valtinho, que bom vê-lo! Sua interpretação é sempre um presente para nós!
    Beijos da amiga e fã,
    Paula Rosiska.

    ResponderExcluir
  2. Grande João Só!

    Muito saudade daquele tempo em que nem em sonho existia tantas pontes sobre os rios, nem asfalto nas estradas!

    Foi muito bom poder fazer parte de um trabalho contigo. Tudo de bom pra você.

    Um abraço e até as próximas visitas.

    Diego Andrade

    ResponderExcluir